Alice Daniel
Capa Textos Áudios Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato
Refém

Quem não se torna refém dos seus próprios sentimentos e emoções?
Eles chegam sem aviso prévio e quando nos damos conta,
explodem no nosso peito sem que tenhamos a chance de escolhê-los...
Constróem morada e se julgam donos do nosso pensamento.
Passeiam pelo nosso olhar perdido, sorriso bobo, coração pulsante...
Não gosto de me tornar refém de nada.
Doce e ingênua ilusão...
Sinto-me amordaçada, pés e mãos atados em nós difíceis de serem desfeitos.
Sou prisioneira dos meus próprios sonhos e desejos. Refém de mim mesma...
Alice Daniel
Enviado por Alice Daniel em 26/06/2005
Alterado em 24/09/2005
Comentários