Alice Daniel
Capa Textos Áudios Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato
Pudesse eu amar-te agora

pudesse eu amar-te agora
não repetiria gestos nem palavras
só meus olhos a implorar aos teus
o desejo de não ires mais embora

pudesse eu amar-te agora
e te fazer sorrir cada vez mais
seria eu teu mar, o teu veleiro
a aportar em mim, teu templo, o cais

e envolto nos meus braços, teu abrigo
eu, por amar-te tanto, te diria
da memória etérea desse amor antigo

transformaria em rima as lembranças
e reescreveria em cores nossa história.
ah!... pudesse eu amar-te agora!...

Alice Daniel
Enviado por Alice Daniel em 04/05/2006
Alterado em 26/12/2008
Comentários